Cimento Queimado x Concreto Aparente

O efeito de Cimento Queimado ou Concreto Aparente está cada vez mais em alta!

Com acabamento fácil de combinar que traz sensação de modernidade e pode ser usado em qualquer ambiente, sendo encontrado desde obras de infraestrutura urbana a projetos de design de interiores. Além disso, possui uma excelente durabilidade.

Democrático, se tornou sinônimo de resistência, versatilidade e economia. A cor e a textura podem variar um pouco, mas o efeito é inconfundível!

Vejamos então a diferença entre as duas nomenclaturas:

 

Concreto Aparente: A mistura de areia, pedra e cimento usada sem acabamentos é denominado concreto aparente. Ou seja, ele não é apenas um revestimento, mas sim um material estrutural - a própria viga, pilar, parede, laje ou piso da construção sem acabamentos. Além disso, é possível utilizá-lo na confecção de alguns móveis, como bancos e bancadas.

 

 

 

Cimento Queimado: É a mistura: cimento e areia

Diferente do concreto aparente, que é uma estrutura, o cimento queimado é produzido a partir de uma argamassa feita com a mistura de cimento, areia e água (repare que não tem a pedra). Sendo então um tipo de acabamento. Por sua flexibilidade e durabilidade, baixo custo e pelas várias alternativas de cores, o cimento queimado é visto nas mais simples casas rurais até e as mais tops moradias.

O cimento queimado pode ser feito em varias cores, geralmente tendendo para os tons pastel, ou ainda pode se aproximar bastante da cor branca, se for executado com cimento branco e se o pó de mármore for aplicado na argamassa.

 

A limpeza é simples e basta lavar com água e sabão neutro. Em ambientes como salas de estar, fica bom aplicar-se cera.

 

Problema - trincas, por isso ele necessita de juntas de dilatação de plástico, madeira, pedra ou metal, que devem ser aplicadas a cada dois metros. Na prática cada junta é uma trinca proposital.

Solução - cimento polimérico, que nada mais é que a evolução do cimento queimado. Ele tem uma aparência mais sofisticada, não necessita de juntas de dilatação, proporciona maior uniformidade na coloração, sua secagem é mais rápida e a manutenção simples.

 

Quando aplicado em pisos conforme Rubens Curti especialista do Laboratório de Concreto da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) o morador precisa saber que a laje receberá quatro camadas: primeiro o contrapiso, depois o adesivo que funciona como cola, a massa de cimento queimado de até 10 mm de espessura e por fim, com o piso seco, liso e limpo, demãos de verniz à base d’água.” 

 

 

 

 

Sobre os aspectos favoráveis, em ambas as situações, temos a atmosfera industrial, aparência neutra e sensação de amplitude. Já argumentos contrários destacam a frieza e rigidez do material, que não apresenta um dos melhores desempenhos térmicos.

 

Role a tela e veja inúmeros exemplos de ambientes para te inspirar!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vale ressaltar que existem no mercado diversas opções de tintas que imitam o efeito de cimento queimado além de porcelanatos que traduzem bem o efeito! Vejam essas duas situações aqui:

 

 

 Gostou do Post? Comenta aqui!

 

Crédito Imagens: Google Imagens /  Pinterest / Revista Casa Claudia  / Decorando com classe / Bimbon / Casinhacolorida / Decorfacil

* Caso reconheça a imagem e consiga nos passar detalhes para crédito entre em contato.

Please reload

Busque
Tags
Recent Posts
Please reload

Redes Sociais
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
Cadastre-se 

Assine agora

INSTAGRAN: @isabellamachadoarquitetura